A meio gás

Muletas Lourenço Medeiros a meio gás
Lourenço Medeiros e o Futuro Hoje a meio gás

Os próximos Futuro Hoje estão feitos. Um, que se tudo correr como previsto irá ser emitido dia 17 nem posso ainda dizer o que é. É um daqueles temas em que os jornalistas assinam um NDA, um Non Disclosure Agreement, quer dizer que só posso falar do que já vi a partir de uma determinada data e hora.

O outro é sobre um fantástico sistema para pequenos clubes de futebol que me deu imenso prazer a fazer.

Mesmo assim é certo que haverá terças feiras sem Futuro Hoje. A primeira falha, devidamente programada,  foi este dia 10 de Outubro para os deixar ver a vitória de Portugal com a Suíça.

Deixei estas feitas duas reportagens feitas e queria ter conseguido mais mas com eleições e campanha pelo meio não houve condições.

Estou a escrever no meu telefone. Deitado numa cama de hospital. Uma operação ao joelho, nada grave. Há uns meses comecei a ter dores, tive que ver o que era e aqui estou. Vão ser umas semanas com muito pouca mobilidade.

Lourenço Medeiros Futuro hoje Sistema Multimédia Hospital da Luz
Sistema multimédia do Hospital da Luz

Hoje tenho a companhia do sistema de entretenimento do  hospital, já meu conhecido e que apesar de não ser novo não deixa de me espantar. Internet, telefone, televisão e informações num só ecrã com um braço que permite enorme liberdade de colocação. Está pronto mesmo para quem tem que estar deitado. Quem dera a muito hotel. Não me posso queixar e ainda por cima não conto estar aqui mais do que um dia.

Amanhã passarei a ser íntimo de umas canadianas coisa que até agora tenho tido a sorte de nunca ter precisado.

Estão aqui as razões pelas quais vou ter umas ausências involuntárias, acresce que quando voltar estaremos muito perto da  Web Summit onde vou também trabalhar, como seria de esperar.

Portanto, Futuro Hoje a meio gás mas continuo activo e atento. Vamos falando.

 

8 comentários em “A meio gás”

    1. Pois eu dizia de boa vontade,mas são as regras que muitas vezes contribuem para que possamos fazer um trabalho mais completo. Saber as coisas antes para tentar preparar um trabalho decente. Neste caso o tempo foi muito pouco mas fizemos o melhor que podíamos. Obrigado pela mensagem.

  1. Eu estou aqui ao lado no Lusíadas e não tenho ainda essa tecnologia, mas ao menos temos canais de cabo , wi-fi gratuito nos quartos e um sofá que cabe uma pessoa deitada 🙂
    Boa recuperação. E qualquer dia podíamos fazer um programa sobre uniciclos elétricos, eu vim da rotunda do Marquês para aqui e foi em 10 minutos.

    1. Por acaso tem tudo isso. Mas a minha ideia não era fazer uma crítica do hospital. Já fiz várias vezes reportagem com uniciclos eléctricos, o que não quer dizer que não volte. Obrigado

  2. As melhoras e rápida recuperação, a equipa de fisioterapia do Hospital da Luz também é a melhor.
    Aqui fica um video para animar o seu dia, pois estamos sedentos de futuro hoje, volte depressa mesmo.

Responder a Acácio Bernardo Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *