O fim da propriedade no automóvel

Carros do futuro, sem condutor, sem propriedade, Lourenço Medeiros, Futuro Hoje
Carros do futuro, sem condutor, sem propriedade

É um daqueles temas em que às vezes nos preparamos para dizer que “eu avisei” quando daqui a uns anos alguns grandes construtores caírem. Só que desta vez parece-me que a indústria não está na disposição de ficar a rir até cair e há muitos indícios de que as marcas mais poderosas estão mesmo a reformular o seu caminho.

Não só os nossos carros estão mais “inteligentes”, a cada ano que passa, como se preparam para o eventual fim do sistema de propriedade com os automóveis. E há muito mais tempo do que parece, todos os sistemas de renting e semelhantes estão de facto a preparar a indústria para o dia em que os carros sejam de grandes empresas e os usemos como um serviço.  Li agora mesmo que a Porsche vai começar uma experiência em que os clientes pagam os carros como serviço. Não é o aluguer de automóveis tradicional, paga para ter o direito de usar um certo número de modelos e quanto mais paga mais modelos tem à disposição. Os carros são levados ao local onde o cliente os pretende usar. Vendo bem é o que se passa com o negócio dos jatos para clientes ricos que não querem comprar um avião. Como hoje pagamos a água ou a electricidade pagaremos a nossa mobilidade.

Carros do futuro, a Lili e o Fox poderão viajar sozinhos, Lourenço Medeiros, Futuro Hoje
Carros do futuro, a Lili e o Fox poderão viajar sozinhos?

Quem pagar mais terá um carro de luxo à espera quando sair do escritório, que o guiará a casa, talvez ao mesmo tempo em que os filhos deixam a escola. Três ou quatro carros poderão servir a mesma família, ao mesmo tempo, com muito mais segurança do que hoje. Claro que nem adultos nem crianças terão que guiar estes veículos e todos saberão exatamente onde se encontram os outros, os membros da família e provavelmente os amigos mais próximos, mas isto já é tema para outro texto.

Vale a pena ver outra reportagem que já pode ter uma actualização mas ainda serve para reflectir nestas coisas.  Veja aqui.
 

2 comentários em “O fim da propriedade no automóvel”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *