Vi no meu telemóvel | 18 Novembro 2017

Vi no meu telemóvel, Lourenço Medeiros, Futuro Hoje
Vi no meu telemóvel, Lourenço Medeiros

Vi no meu telemóvel o fim do dinheiro físico, caminhamos para lá a passos largos. Acho que não vou ter saudade mas apostava o meu dinheiro que fará confusão a muita gente. Andei no Lisboa Games Week e ainda vão a tempo de fazer o mesmo. Mais um passo bem real para andarmos em táxis voadores. O regresso em força dos velhos infravermelhos, nos telemóveis claro. A Força Aérea a dar um ar moderno ao colocar os seus 65 anos num smartwatch.

ACABAR COM O DINHEIRO FÍSICO

Aplicação MB Way - Vi no meu telemovel - Lourenço Medeiros - SIC
Aplicação MB WAY

O MB WAY, a aplicação da SIBS (Multibanco) para telemóvel, ganhou esta semana NFC. Tal  como já podíamos fazer com os cartões bancários, podemos agora fazer pagamentos apenas aproximando o telemóvel do terminal. Até 20 € sem sequer ter que usar o código. É mais um passo para o fim do verde, código, verde. Sobretudo é mais um passo para o objectivo confessado de acabar de vez com moedas notas e cheques. Vão levar algum tempo mas vamos chegar lá. E vai ser tema de Futuro Hoje.

LISBON GAMES WEEK

Acaba no dia 19 o Lisboa Games Week, se está a ler isto antes de Domingo ainda vai muito a tempo. Não é nenhum gigante ocupa dois stands da FIL com os expositores muito à larga mas é o maior evento de jogos que temos por cá.

Do tempo que lá passei fica a boa presença, já habitual, da PlayStation com que apresenta pela primeira vez em Portugal (já tínhamos visto na E3 em Los Angeles e vou deixar link) os novos PlayLink jogos para sala com amigos ou família que a julgar pelas expressões que vimos prometem e estão localizados em português. A Nintendo cresce talvez não tanto quanto se diz que estão a crescer as vendas. Desta vez parece que acertaram no alvo com a sua Switch, de facto uma consola diferente. A Xbox One X devia ser a aposta da Microsoft para este ano cá em Portugal mas o desinvestimento é de tal ordem que não têm stand e só um distribuidor de jogos e uma loja lá conseguiram a muito custo ter algumas para quem queira experimentar.

Muita bonecada, não há outra forma de pôr a coisa, eu diria que praticamente metade do Lisboa GAmes Week está destinado a vender bonecos, t-shirts e até comida associada aos heróis favoritos. Grande presença de e-sports. Há descontos em várias modalidades mas o bilhete normal custa 10 €.

AQUI podem ver a peça do Futuro Hoje da última E3

TAXIS SEM PILOTO

Taxis aéreos sem piloto, em testes, Vi no meu telemóvel, Lourenço Medeiros, SIC
A Airbus acredita que o futuro dos transportes passa por aqui

A Airbus está mais perto de fazer teste reais com o seu projecto Vahana, e isto é importante porque o objectivo é fazer uma verdadeira rede de drones que se guiam sozinhos. Pequenos aviões para transportar gente em trajetos relativamente pequenos. Passámos mesmo à fase seguinte, esta não é a única companhia séria a estudar como nos poderemos deslocar pelos ares em pequenos taxis sem piloto. Curiosamente, isto pode agora ser encarado de forma mais realista porque podemos finalmente acreditar que máquinas assim poderão gerir os seus próprios trajetos, comunicando umas com as outras de forma muito mais eficiente e segura do que nós fazemos com os nossos carros. O passo oficial foi transportar um dos protótipos para um hangar em Pendleton, nos EUA, um novo edifício feito especialmente para acolher o modelo e iniciar a próxima fase de testes.

INFRAVERMELHOS NO TELEMÓVEL

Comando à distância no telefone, com infravermelhos, Vi no meu telemóvel, Lourenço Medeiros, Futuro Hoje, SIC
Ecrãs de comandos à distância no telefone, com infravermelhos

O uso desta velha tecnologia deve estar a crescer exponencialmente, não é com certeza por acaso que os grandes fabricantes estão quase todos a voltar a colocar emissores de infravermelhos nos dois aparelhos. Em tempos foram usados para transmissão de dados entre telefones, agora são comandos universais. O programa que está nas imagens tem poucos exemplos porque mudei recentemente e ainda não configurei muitos, mas costumo controlar assim 3 ou 4 modelos diferentes de televisões na SIC, a TV de casa e o ar condicionado. Em caso de necessidade é só ver a marca para juntar a televisão daquele restaurante com um programa irritante ou o som demasiado alto 😉

ANIVERSÁRIO INOVADOR NA FORÇA AÉREA

Este foi mais visto no meu relógio, embora esteja forçosamente associado ao telefone porque os smartwatches dependem dos smartphones. A Samsung, a Força Aérea Portuguesa e uma equipa de programadores portugueses fizeram o que dizem ser a primeira “face” do mundo associada à aeronáutica militar. Não confirmo nem desminto que seja a primeira, o facto é que nunca vi nenhuma outra, também não é coisa de que fosse à procura. Tenho que reconhecer que é uma grande ideia. A aviação, a relojoaria e a tecnologia têm óbvias relações importantes como se diz no texto que apresenta a app na loja. É assim que se “prestigiam” marcas. Claro que a “Edição Especial do Samsung Gear S3 Frontier, comemorativa do 65º aniversário da Força Aérea Portuguesa” só funciona nesse relógio, imagino que tenha sido a Samsung a pagar.

  • Subscrever Blog via email

    Indique o seu endereço de email para subscrever este site e receber notificações de novos artigos por email.

9 comentários em “Vi no meu telemóvel | 18 Novembro 2017”

  1. Ola Lourenço tinha desconhecimento do seu blog, só o seguia na Sic. Pois apartir de agora irei fazê-lo também por aqui. Votos dos maiores sucessos. Rui Carvalho

        1. Vai mudando conforme o Android que estou a usar. A verdade é que nem todos são bons. Já usei um Anymote e ultimamente estava muito satisfeito com um Quickremote que estava a usar com um LG V10. Como neste momento estou a testar intensamente o Huawei Mate 10 Pro (que só está à venda a 23) tenho usado um “Telecomando” que penso que seja uma versão da própria marca que vem pré instalado e também tem sido mais que satisfatório. Mais uma vez muito obrigado

Deixar uma resposta