Sistema eletrónico no carro avisa as autoridades em caso de acidente

Elementos da GNR e da PSP atendem as chamadas de emergência
Elementos da GNR e da PSP atendem as chamadas de emergência

A Europa está finalmente a implementar o sistema Ecall. A Comissão Europeia fez circular o número de duas mil vidas potencialmente salvas em cada ano para justificar um projecto que foi anunciado em 2005, que devia ter terminado em 2009 e que vai funcionar … um dia destes.

A obrigatoriedade de os veículos terem o sistema instalado não quer dizer que os países europeus estejam sequer prontos para receber os dados. É verdade que foi preciso aprender muito. É verdade que foi necessário tentar coordenar países com políticas e visões muito diferentes em relação ao que deve ser a política e a prática do 112. É que este número sendo europeu corresponde a coisas muito diferentes de país para país.

Portugal entrou tarde e sai bem. Acaba por estar na linha da frente da implementação, a verdade é que com apenas dois centros do 112 temos a tarefa de certa forma facilitada mas a acreditar nos testemunhos que ouvi depois de finalmente entrarmos todos os envolvidos conseguiram agilizar a operação e a parte de investigação nacional. Por exemplo foi cá que se descobriu que alguns telemóveis ao fazer uma chamada de emergência seriam identificados como sendo uma falsa chamada de Ecall mas sem os dados correctos.

Veja a Reportagem do Futuro Hoje AQUI

Permitam-me uma nota. Antes de entrar na sala onde os elementos da GNR e da PSP atendem as chamadas de emergência estive numa reunião com as pessoas que podem ver nas entrevistas e com outros responsáveis e operacionais disto tudo. O Intendente Carlos Martins mostrou-se algo preocupado com a captação de som dentro da sala de operações. Naturalmente e como considero ser meu dever afirmei que nunca iríamos passar qualquer som, ou imagem, que pudesse violar a privacidade das pessoas que para lá ligam. Primeiro estivemos numa espécie de mezanine de onde víamos a operação por detrás de um vidro. É uma imagem absolutamente calma, vemos pessoas sentadas a falar ao telefone de forma aparentemente descontraída, mas estamos a ver apenas as costas e não nos chega o som. Depois lá desci à sala para o Pedro Gois fazer as imagens necessárias e eu os meus “vivos” que é calão de TV  para quando o jornalista fala directamente para a câmara. E aqui começou a tensão. Começo a ouvir de uma lado a menção de facadas, do outro o som estridente do pânico absoluto que me chega mesma através do auricular do agente ao meu lado, e garanto que isto para quem não está habituado começa a mexer com as emoções. Digamos que não é fácil, de certeza que não é fácil estar ali sentado a encaminhar, a ajudar com a calma que exige recolher os dados, os nomes, as ruas, quando do outro lado só querem uma ambulância já, um carro com agentes já. Nada irá acontecer sem que a situação seja avaliada por estes homens e sobretudo sem que eles consigam que apesar do pânico alguém lhes forneça a informação preciosa para que depois a ambulância ou o carro patrulha possa chegar o mais depressa possível. E no meio disto um deles diz… este 915 não desiste, já lhe liguei de volta e atende mas não diz nada. Já ligou mais de vinte vezes. 915 é a terminação do número fixo ou móvel de  alguém que estava muito perturbado ou é profundamente irresponsável. 915 é a terminação do número de telefone de alguém que está a dar cabo dos nervos a um homem que durante o seu horário de trabalho tem como missão encaminhar a ajuda necessária a quem dela precisa, já urgentemente, sem perturbações.

Mais de 20 telefonemas de um  qualquer 915. É nítido que os responsáveis têm receio que, pela facilidade de carregar num botão o Ecall se o preste a brincadeiras graves como esta. Quando fiz a pergunta falaram-se na necessidade de educação cívica, fica a esperança. Eu tão cedo não esqueço a tensão que senti primeiro e depois a revolta…

 

2 comentários em “Sistema eletrónico no carro avisa as autoridades em caso de acidente”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *