Iluminação LED pública a mudar o espaço urbano, em português

 

Selfie na Arquiled - Futuro Hoje sobre Iluminação LED
Selfie na Arquiled

Saiu melhor que a encomenda. Andava há meses para perceber melhor se conseguia fazer uma reportagem com esta empresa portuguesa, a Arquiled.

Na minha casa a maior parte da luz artificial é por iluminação LED, tenho vindo a mudar gradualmente. A tecnologia não sendo velha já não é propriamente “última hora” nas notícias. Ressalva que, apesar de importante, pudesse ser maçador como tema, uma empresa que faz iluminação LED pública. O resultado está aí no vídeo, gosto sempre de mostrar quem se atreve com tecnologia cá em Portugal.

Neste caso houve duas fases, em 2005 os sócios fundadores que vinham do mundo da iluminação, mas em teatro, decidiram apostar nessa coisa nova das lâmpadas de Led’s. A empresa dedicou-se a salas de espectáculo, a sua maior obra penso que foi o Casino Lisboa, depois com, a crise de construção e, enfim a crise, o negócio começou a esmorecer. Entraram novos sócios, no dizer do actual CEO Miguel Allen Lima a empresa institucionalizou-se, e veio a ideia de se dedicarem mais a sério à iluminação pública. As razões e o sucesso que estão a ter acredito que expliquei bem na reportagem. Faturaram 7,5 milhões de euros e tencionam chegar aos 10 milhões este ano, ao mesmo tempo que começam a trabalhar no mercado da Colômbia. O que mais me delicia é que claro que como qualquer negócio, é feito para ter lucro, mas há aqui um claro aspecto de serviço público.

A Arquiled consegue ser competitiva neste mercado, levar as câmaras e outros clientes a poupar muito dinheiro com a iluminação LED, melhorar a côr dos espaços públicos e contribuir indirectamente para menos poluição, sem desprezar também que ao emitir muito menos para cima estão a diminuir consideravelmente a chamada poluição visual. Estão a contribuir para reduzir a mancha de luz que vemos sempre nos espaços iluminados, de certa forma estão a colocar mais estrelas no céu à nossa vista.

Há um erro neste plano da reportagem, se der com ele deixe nos comentários. Arquiled no Futuro Hoje. Iluminação LED
Há um erro neste plano da reportagem, se der com ele deixe nos comentários

O que ainda vem aí

A segunda parte, espero um dia destes ainda vir a ter material para esta reportagem, é que estão a abrir todo um mercado potencial para si próprios e de potencialidades para os espaços públicos que tenham este tipo de iluminação. Onde agora os operadores de electricidade ligam e desligam a iluminação pública passa a ser possível gerir cada candeeiro ou zona iluminada.

O mais importante é que passa a ser possível ter a eletricidade ligada 24 horas por dia como fazemos em casa, vamos gerindo a luz como precisamos. Ao ter electricidade permanentemente ligada é possível instalar sensores, de ruído, de poluição, de presença, instalar câmaras ou avisos para a população. Ou seja ao mudar a infraestrutura para a tecnologia LED e poupar muito dinheiro as câmaras e outras entidades que gerem o espaço público estão também a criar a infraestrutura que poderá no futuro suportar novos serviços e novos instrumentos de gestão melhorada do espaço público.

Veja AQUI a reportagem do Futuro Hoje

  • Subscrever Blog via email

    Indique o seu endereço de email para subscrever este site e receber notificações de novos artigos por email.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *